Qual é o verdadeiro motivo que te faz desejar um relacionamento?

large foto

Isso é algo à se pensar constantemente.
O que leva a sua mente despertar o seu coração, fazendo você se apaixonar?
Ás vezes o desejo de construir uma família nos domina, e então logo pensamos: Não há nada de errado nisso, família é projeto de Deus. Amém! Está correto. Porém, o tempo em que você está vivendo, e os motivos que te levam a desejar isso, sentir essa necessidade, devem ser analisados.
Muitas vezes, para um jovem, o principal motivo do desejo de namorar e se casar, é fuga, refugio, morada em uma alma que te faça esquecer o caos que há em você, ou na casa onde você mora.


Como por exemplo: O divórcio dos pais, a ausência da união familiar, a difícil convivência com as pessoas que moram com você, falta de compreensão da sua família sobre suas emoções, necessidades, crises. A vontade de ser notado, ouvido, cuidado, e se sentir amado… Porque há uma grande diferença entre ser amado, e se sentir amado. E isso é algo dificilmente compreendido, embora aconteça com todos.
Pense depois que terminar de ler esse texto, quais são os seus motivos para se relacionar? Espera, estou falando dos seus verdadeiros motivos! Quais os conflitos que te levam a querer morar no amor de alguém?
É necessário enfrentar essa realidade, das ausências que existem dentro de você. Vãos que te fazem querer vencer nessa área da sua vida! E não há nada de errado nisso! Não há nada de errado em querer se relacionar, se apaixonar, andar de mãos dadas, passar um dia todo com a pessoa, nem que seja pra fazer uma caminhada, sem nem gostar de andar. Não existe nada de errado na vontade de se sentir bem, e encontrar quem te faça bem no meio de tanto mal feito!
Mas um dos principais, e grande motivo do namoro na juventude, além da falta de estrutura familiar dentro de casa, é a crise de identidade! “Quem eu sou?” “Qual é o meu proposito na vida?” “O que eu estou fazendo dos meus dias?” “O que será do meu futuro?” “Que legado eu vou deixar, se eu morrer de repente?” “Por que me sinto mais insatisfeito do que feliz?” ” O que me falta?” “Será que há algo de bom em mim?” “Será que o problema sou eu?” E buscamos a resposta dessas, e outras perguntas, dentro de um relacionamento. E então quando encontramos conforto, alivio, e um porquê, em alguém… Ficamos! E desejamos morar ali, pois aquela pessoa oferece uma proposta, como base para um proposito no existir. A pergunta é: Será que essa proposta te levará ao seu proposito? Entenda que você já tem um porquê, você já tem um proposito, mas se antes de um relacionamento você não enxergar o seu proposito, você não está pronto para se relacionar.
Exato! Há algo à ser tratado dentro de você, e isso só acontecerá quando você enfrentar esse algo. E a porta para esse tratamento emocional é enfrentando você mesmo. Sem se refugiar no suposto amor de um par. Elogios, nos abraços, beijos, risos e momentos de alivio… Torno a perguntar, e seja sincero ao pensar… Quais são os seus motivos para se relacionar? Se encontrar em alguém? Fugir de alguns, fugir de você mesmo?
Se sim, isso é egoísmo puro, covardia, e um erro que afetará gerações futuras, se esses motivos errados te levarem à se casar. Se é que você chegará a um casamento, tendo uma estrutura emocional com tantas feridas, e feridas escondidas. Tão bem escondidas, que nem você mesmo vê mais.
Se há esses motivos citados, dentro de você, meu conselho principal é: Não é relacionamento que vai te resolver. Para se relacionar, e não se machucar ainda mais, não se tornar colecionador de “quase amor”, é necessário encontrar o seu proposito no individual, resolver seus conflitos internos, e suas crises familiares. Se você não tratar a raiz, a árvore inteira morre. Não há como fugir dos seus conflitos dentro de casa, das suas crises de existência, das suas saudades… Elas fazem você, e um você cheio de lacunas, que não serão preenchidas por uma pessoa! Quer dizer, só se essa pessoa for Jesus.
Quando o motivo do seu relacionamento for acrescentar na vida de quem for te namorar, aproximar a mesma da sua história, remover os pesos que poderão existir sobre a pessoa que estiver com você. Quando você souber bem qual é o seu proposito, e tiver uma proposta dentro dele para quem for o seu suposto amor. Quando você se olhar por dentro e não quiser fugir mais de você, quem sabe é tempo de se envolver.
Se envolver pelos motivos errados, geram relacionamentos errados, que te colocam no proposito errado, só porque tem uma proposta que atrai o seu enganoso coração. E isso poderá afetar a geração dos seus filhos, assim como os conflitos das pessoas que moram com você, afetou suas razões para se envolver com alguém. Seja sincero, e respeite as fases, enfrente as crises, seja inteiro, completo, sarado, tratado. Se vista bem da sua verdadeira identidade, encontre o seu proposito, e assim poderá analisar bem cada proposta oferecida ao redor. E então não será impulsivo (a), não será cegado (a) pelo desejo de fugir de você mesmo (a), não será guiado (a) pelo alivio gerado pelo sorriso, palavras ou companhia de alguém. Analise bem, os motivos que te fazem desejar se relacionar. E entenda que enquanto você não provar da suficiência de Deus até a raiz do problema, não será uma morada boa, e não recomendo se relacionar.
Deixe Deus te curar, no seu particular, no induvial. Não se apresse, não se engane. Se enfrente, pois o que é seu, está bem guardado em quem te criou, e lá na frente,quando você estiver inteiro, completo e cheio do real amor, receberá, e conseguirá aproveitar com plenitude, porque estará desentulhado e não mais preso pelo passado. A raiz da arvore sarada, faz a arvore dar frutos. Mas não se esqueça, uma arvore que dá fruto é apedrejada, escalada e sempre notada. Isso se aplica no Reino e no relacionamento. É onde há a vantagem de saber bem sua identidade, seu proposito, e não ter correntes para romper com o passado. Livre em Cristo, abraçado pela graça, e boa morada da pessoa amada, cujo o proposito acrescenta no seu! Mas antes… Volte ao inicio da dor, da queda, do conflito, da perda, e deixe Deus romper sua ligação com o passado. Seja sarado, e tenha um motivo saudável pra se relacionar. Pense bem! Deus abençoe.

 

Escrito por: Demi Menezes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s