Alguém para alguém

large (2)

No meu ponto de vista, viver é a ligação de uma pessoa com outra, que juntas dão sentido às coisas, de um jeito que no singular, essas coisas nem seriam notadas. Não estou falando de namoro ou casamento, estou falando de relacionamento no geral. Pontes. Conhecidos, amigos, colegas, irmãos de outra mãe, e lógico, a matemática insana de “1 + 1 = 1.” E assim a vida vai acontecendo. Essas pontes, esses laços, esses relacionamentos são responsáveis por forjar em nós costumes, manias, gostos… Até que conquistamos a capacidade de nos enxergar no singular. Desde então passamos o resto do tempo tentando ser alguém!

Exatamente, TENTANDO. A aprovação mais difícil de se conquistar é a nossa! Tentamos nos superar, e nos frustramos. Então no decorrer dessas tentativas vamos conquistando pessoas, olhos sobre nós, sobre nossas virtudes, qualidades, atitudes pelo próximo. E eles se perguntam o porque, tendo tanto potencial, nos questionamos, duvidamos, nos amedrontamos diante dos obstáculos que surgem nas fases da vida. E há aqueles que olham e pensam “Ah mas é fulano, ele vai saber lidar com isso”. E por dentro estamos…”Meu Deus o que eu faço?” A maior guerra não é aprender a lidar com as criticas ou correções dos outros… A guerra é conseguir filtrar bem tudo ao redor, para organizar dentro de nós. O difícil é lidar com os elogios que parecem nos forçar a sermos o que creem que somos. E às vezes sabemos que temos a capacidade de nos tornar aquilo que os olhos das pessoas vêem. Mas quanto mais incentivo, elogio ou expectativa, mais pressa de “chegar” temos. Então corremos o risco de nos tornar pessoas cheias de responsabilidades, egocêntricas, com uma tremenda crise de ansiedade crônica, insonia, e completa imaturidade emocional. Onde nos tornamos oito ou oitenta, inteiramente sem tempero, equilíbrio, flexibilidade. A pressão de nos tornarmos alguém, faz tudo de nós, menos, alguém. Porque ser alguém vai muito além de ter algo, de ter metas, de ser um bom profissional, entrar em uma faculdade federal, ou ter um salário alto. Ser alguém é preencher espaços na vida das pessoas, sabe? É ter significado, fazer algum sentido no lugar que ocupamos dentro dos nossos vínculos. Ser a razão de um sorriso, e por sorte o criador de um riso alto que cobre o silêncio de uma dor. Ser o herói do filho, ser o marido protetor, ser a mãe inteligente, o filho que menos dá trabalho, o namorado mais engraçado, a amiga sempre presente. Veja só, se repararmos bem, somos sempre alguém pra alguém!

E essa crise existencial quer fazer de nós o que queremos conquistar, e não quem queremos nos tornar. Entende a diferença entre ter e ser? Quando você tem, corre o risco de perder; se conquista alguém pelo que tem, logo não tem ninguém, e nada. Sendo assim, passa a ser quem? Mas quando você é, ainda que não tenha nada além de morada na alma, você passa a ter o quiser, porque você é alguém capaz de conquistar. Pense bem, a conquista mais difícil na vida não são as coisas ao redor, não é a nota alta da prova, ou a promoção no trabalho. O mais difícil de conquistar são pessoas, vínculos, pontes, moradas. Se você é capaz de manter amizades de longa data, todo o resto é se torna menos cansativo! As suas conquistas financeiras não falam nada sobre o seu valor. Talvez apenas te dê um preço e te coloque na vitrine em liquidação. Mas ser alguém é ser uma uma canção de amor pra quem você ama. É ser a insonia de preocupação por causa de uma simples gripe. É ser as renuncias do sono, mesmo a outra pessoa tendo que acordar bem cedo pra ir trabalhar, e ainda assim sair sorrindo. Se alguém é estar na vida de alguém, e fazer sentido ali, criar memorias, lembranças… Olha, vá conquistar os seus projetos, vá conquistar os seus sonhos. Mas quando se cansar de se cobrar, permita – se enxergar através dos olhos de quem você conquistou, e tente se amar, se ver vencedor, se lembrar que no fim todos somos alguém pra alguém. Não perca essa sensibilidade!

 

Escrito por: Demi Menezes

Anúncios

4 comentários sobre “Alguém para alguém

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s