Uma história real: de namoro a corte ao casamento!

casamento-no-campo-boho-criativo-82

Uma história de amor do casal Carina Corrêa e Erick Fedoruk.

“Nos conhecemos em 2011, quando o Erick  veio para Floripa visitar os primos dele, que por coincidência eram meus melhores amigos, nessa ocasião eles o levaram na minha casa e ele quase morreu comendo minha sopa. Eu já o achei lindo, mas era muito novo (na minha opinião), não tinha nenhuma possibilidade.

No ano seguinte a família do Erick mudou-se de São Paulo pra cá, e ficamos muito próximos; sempre estávamos na mesma roda de amigos e programas da igreja. Até que certo dia, assim do nada, tudo mudou e começou a surgir outro sentimento além da amizade.

Ele se declarou, eu me interessei muito, esqueci nossa diferença de idade e não parávamos mais de nos falar. Estava tudo lindo, até que os problemas começaram surgir; por alguns motivos a família do Erick não aprovava o nosso relacionamento naquele momento. Foi um tempo extremamente difícil para nós, não podíamos nem nos falar, ou estar no mesmo ambiente (quase Romeu e Julieta).

Foi um tempo de muita oração, renuncia, conflitos e lágrimas. Mas o que era paixão foi se tornando um amor enorme, e a vontade de ficar junto não importando o tempo que tivéssemos que esperar, era nossa maior certeza. Depois de um ano recebemos a bênção da família dele e entendemos que esse tempo de espera foi na verdade uma maravilhosa prova de amor.

Começamos a namorar e desde então nosso objetivo foi casar. Mas não foi tão fácil assim, enfrentamos muitos outros problemas familiares quando decidimos a data…mais um período de tensão e lágrimas. Mas já tínhamos aprendido a confiar e esperar no tempo de Deus para nossa vida, e Ele fez todas as coisas.

Depois de 4 anos de espera chegava o nosso dia e valeu a pena esperar!”

Versão pelo Noivo agora

“A melhor das histórias de amor.

A primeira vez que nos vimos foi em 2011. Eu morava em São Paulo e vim passar férias em Floripa com os meus primos (nossos padrinhos queridos que graças a Deus eram um dos melhores amigos da Cacá). Fomos convidados para jantar na casa dela a famosa “sopa da Cacá”. Nessa noite eu comi e ainda raspei o pão na panela… Já conquistou meu paladar rsrsrs. Ela já me achou bonito, mas eu era muito novo pra ela.

No ano seguinte minha família e eu nos mudamos definitivamente para Florianópolis. Amiga dos primos, mesma igreja, reuniões e células, começamos a ficar ainda mais amigos até que certo dia algo aconteceu. Vendo um filme no meu apartamento com a galera, comecei a notar que dali não sairia só uma amizade, mas sim uma possibilidade… Ficamos a noite toda conversando e em minha cabeça só se passava o quanto ela era linda, legal, divertida, autentica, inteligente, romântica, a mulher perfeita, o que eu sempre quis. Já estava apaixonado e encantado com tudo o que conhecia dela.

Depois disso não parávamos de mandar mensagens durante o dia e ligações à noite, a noite inteira a ponto de ver o sol nascer. Semanas depois na praia de Palmas após uma corrida, sentamos nas pedras e abri o jogo; disse tudo o que estava sentindo, quais eram os meus planos e minhas intenções, ainda bem que ela também tinha boas intenções.

Estava tudo maravilhoso, tinha certeza que ela era a mulher da minha vida, mas meus pais não aprovaram naquele momento. Eu era muito novo e precisava amadurecer em alguns aspectos . Para nós era essencial a bênção deles, sem isso não poderíamos ficar juntos, ia contra nossos princípios. Sempre cremos que a honra e a obediência aos pais são extremamente importantes.

Mas o amor que sentíamos, fez a gente acreditar e esperar entre altos e baixos. Precisamos nos afastar, passamos por “términos” sem nem ter começado e noites de fossa com os amigos, então eu consolava ela e ela me consolava, não adiantava não conseguíamos mais ficar longe. Daria um livro essa parte.

Nós entregamos nas mãos de Deus e buscamos a sua vontade de verdade porque sabemos que ela é perfeita, agradável e não traz confusão. Então quando menos esperávamos, depois de um ano, recebemos a bênção dos meus pais, dando fim ao período mais tenso de incerteza e medo da minha vida. Hoje vemos que essa foi uma das maiores provas de amor que fizemos um ao outro “escolher esperar” e de como esse tempo foi essencial para termos certeza do que escolhemos. Antes não entendíamos mas depois vimos como os pais foram usados por Deus para determinar o melhor tempo para nossa vida!

Começamos a namorar no dia do aniversário dela, 24/09/2013 e a partir dai já começamos sonhar com o casamento, porque sabíamos que queríamos ficar juntos para sempre. 

Até chegar ao casamento passamos por muitas dificuldades e parecia que ia demorar muito tempo para que a gente pudesse ficar juntos para sempre, mas vivemos o cuidado de Deus em todos os aspectos. Se eu pudesse resumir em uma palavra nosso casamento seria “Milagre”. Testemunhamos inúmeros milagres de provisão financeira, ganhamos novos amigos, ficamos constrangidos com tanto amor que recebemos, Deus até mudou a previsão do tempo que era de muita chuva, tantos milagres que seria impossível contar todos.   E então depois de longos anos enfim esse dia chegou  e agora só a eternidade vai nos separar.”


O Namoro de corte: 

” O momento do beijo no casamento foi muito especial porque no primeiro ano de namoro fizemos a escolha não nos beijar até o dia do casamento como algo que pudéssemos oferecer a Deus, Ele falou muito forte com a gente através de revelações e sonhos e tivemos certeza de que aqui seria o melhor a fazer. Foi difícil, mas não nos arrependemos porque Deus honrou muito nossa espera, durante o namoro aprofundamos muito nossos laços de amizade, cumplicidade e companheirismo e nos ajudou a chegar com pureza ao casamento. É algo pessoal, não é uma doutrina. Mas nós sabemos que ele se agradou da nossa escolha. No inicio achava que não iríamos conseguir mas nosso compromisso com Deus era mais forte do que isso. Foi uma vitória.

 Então aquele momento no altar era como o primeiro beijo, foi à coisa mais extraordinária ouvir meu pai falar: Vos declaro marido e mulher, pode beijar a noiva. Sem contar o sentimento do melhor beijo do mundo e ouvir os aplausos e comemoração da família e amigos, foi inesquecível. Realmente valeu a pena.

Muitas pessoas questionam essa escolha, mas nós não queríamos viver uma história normal, queríamos algo extraordinário e vemos que nossa entrega gerou muitos frutos e hoje experimentamos a recompensa de Deus no nosso casamento, temos um relacionamento abençoado e sabemos que Deus é o centro dele.”

Escrito por: Carina e Erick

Anúncios

2 comentários sobre “Uma história real: de namoro a corte ao casamento!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s