Talvez você esteja idealizando demais, talvez ele seja o grande amor da sua vida.

larfoto

Qual é a sua concepção sobre o amor?

Já vi muitas pessoas suspirando de amores quando acabam de ver um filme de romance e dizer: “Isso só acontece na ficção, na vida real não é bem assim” em tom de desapontamento.

Realmente a realidade é bem diferente dos filmes romanceados que vemos por aí. E na maioria das vezes esse é o nosso problema, porque idealizamos demais algo que foge do certo e errado, de algo que não se enquadra em padrões, e, como consequência estamos sempre nos decepcionando quando o assunto é esse tal do amor. Idealizamos um amor que está longe de ser e de acontecer, porque o amor não segue essa lógica idealizada. Na vida real o amor enfrenta o medo, encontra como bloqueio as diferenças e a insegurança.

Nem sempre o cara vai te levar para um jantar à luz de velas e o primeiro encontro será perfeito, daqueles que você chega em casa suspirando e corre contar para as amigas. Nem sempre ele vai te ligar incansavelmente até você atender depois do primeiro encontro. Talvez, na realidade, as coisas sejam um pouco diferentes. Talvez vocês se conheçam comendo um “dogão”, se lambuzando de sorvete e rindo de coisas bobas em uma noite qualquer. Talvez ele vá de bicicleta te ver e não meça esforços para arrancar um riso teu.

Pode ser que o cara não seja o mais desejado pelas mulheres, não tenha tantas curtidas nas fotos, deteste academia e não abra mão de assistir um jogo de futebol no domingo à tarde. Talvez ele seja aquele que te beija na testa enquanto vocês esperam o elevador, que leva você ao cinema para ver aquele filme que você tanto quer ver e te deixa escolher o sorvete do Mc Donald’s

Talvez ele seja aquele cara simples com o coração gigante que te encanta a cada dia, que te abraça quando você está triste e que sussurra em seu ouvido “eu estou aqui com você”.

Pode ser que ele seja o homem que te olha como quem te admira e depois diz o quanto você está linda como quem espera o teu sorriso tímido disfarçado de amor. Aquele cara que te olha nos olhos sem medo do silêncio, sem medo do que possa vir depois e que encare as tempestades com você.

Talvez ele seja o cara que ame a tua paixão por comida e sabe que te levar para comer um lanche com muita batata palha, é certo pra te fazer feliz. Talvez ele não seja um príncipe como nos contos de fadas e tudo não aconteça tão rápido quanto nos romances, mas é que na realidade as coisas são diferentes.

Talvez ele seja o grande amor da sua vida, um amor que não se enquadra nos seus padrões.  Pode ser que ele seja o cara que realmente te deixa à vontade para ser quem você é, aquele que te da a liberdade para soltar a sua risada escandalosa, e te deixa à vontade para contar aquela piada sem graça que ninguém ri.

Pode ser que você esteja idealizando demais, vivendo de menos, esperando muito e se decepcionando em dobro, deixando de ser feliz com quem realmente te faz feliz. Saia dos padrões, se liberte dos status e permita-se, afinal, o novo é bonito e não assustador como parece.

O amor na vida real é mais bonito que o conto de fadas, não nos garante finais felizes e nem um príncipe encantado, mas nos garante um coração disposto a amar, nos faz amadurecer e melhorar tanta coisa em nós que é bonito ver a evolução de nós mesmos com o tempo e com o outro.

O amor na vida real nos permite pisar em terra firme e, ao mesmo tempo, alçar voo como quem deseja viajar no mundo do outro. O amor dos contos de fadas, dos filmes romanceados tem a sua trilha sonora, mas como é bonito se reinventar e poder escolher a nossa própria melodia.

Escrito por: Thamilly Rozendo

Eu só precisava de alguém que me fizesse acreditar de novo no amor

15033568_1218792218191576_1343481686_n

Eu achava que não precisava de ninguém, depois de tantos tombos e feridas me fechei para esse tal do amor. Na verdade eu não sabia que eu precisava, depois de tantas histórias e fracassos, de alguém que tivesse paciência comigo, que entendesse as minhas feridas e a parede que criei em meu coração. Alguém que visse os meus bloqueios como algo que pudesse ser destruído, que não entendesse as minhas grosserias e falta de romantismo como falta de sentimento, mas como medo. Medo de me machucar, de novo. Continuar lendo

Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito, nem que seja só pra te levar pra casa…

10686723_896130123796422_887619458979369712_n

Hoje é aquele dia típico em que eu gostaria de olhar em teus olhos e dizer que vai ficar tudo bem. Segurar em tuas mãos e dizer que a tempestade vai passar. E que eu estarei aqui com você. Hoje seria o dia em que eu desejaria te surpreender com uma passagem para um lugar qualquer desse mundão, como quem arranca um sorriso teu com a calmaria de um lugar tranquilo.

Hoje é o dia em que eu desejaria o teu abraço forte como quem sufoca e quebra todos os meus medos. Aquele calor de duas almas que se encontram num abraço de saudade. Continuar lendo

Ele achou que nunca a perderia…

large-7

Ele tinha certeza: Ela o amava. E foi usando desse álibi que ele pisava, magoava e depois pedia perdão, pois sabia, ela o perdoaria. O coração dela sempre muito solícito perdoava e se recompôs por diversas vezes. Tentou fazer dar certo, engoliu os sapos e acabou se engasgando, muitas vezes, com aquelas palavras não ditas por medo de começar ou prolongar uma briga. Continuar lendo

Eu quero me casar com você.

pepe

Eu quero me casar com você não como quem quer ser feliz, porque eu já sou. Não como quem quer ser inteira, porque não sou metade. Eu quero me casar com você não como quem acha ser isso um conto de fadas, mas como quem quer construir uma vida ao lado da tua. Como quem está disposto a enfrentar as tempestades que possam vir, como quem não tem medo dos ventos fortes porque sabe que esse amor está alicerçado em Deus.

Eu quero me casar com você porque amo o teu sorriso disfarçado de amor, eu amo o teu abraço acolhedor e o seu cheiro que fica na minha roupa quando você me abraça. Continuar lendo

Tudo bem a gente não ter dado certo.

 

foto-blog

Planejamos muitas coisas, sonhamos com tantos momentos, viagens, pensamentos, uma vida juntos. Mas alguma coisa aconteceu no meio do caminho, talvez a rotina tenha nos engolido ou sem percebermos, a gente mudou muito e já não nos encaixavamos tão bem como antes. Então cada um foi para um canto, você foi viver sua vida e eu a minha. Mas hoje revendo algumas fotos, lembrando de como a gente ria juntos, dos abraços apertados e dos filmes que a gente amava assistir, senti saudades.

Veio uma avalanche de momentos felizes. Embora pareça triste eu lembrar de tudo o que vivemos e não estarmos mais juntos. Não tem sido triste pra mim lembrar, hoje eu me senti tão feliz de ter tido alguém tão incrível perto de mim, mesmo que não por muito tempo. Você me ensinou a ter calma nos momentos difíceis, me apresentou músicas novas, me fez conhecer um mundo diferente, me ajudou a ser uma pessoa melhor. Eu poderia só ver todos os motivos que não deu certo e fez a gente se separar, mas, não! Tivemos uma história, momentos que sempre levarei comigo. Você deixou coisas boas, espero também ter sido uma boa lembrança pra você. Nossa história foi linda, não é porque nos separamos que eu vou esquecer que um dia você me fez muito feliz. Então aonde estiver agora, quero que saiba: tudo bem não termos dado certo juntos. Eu ainda continuo desejando que você seja muito feliz.

Escrito por: Naan Angel

@poesia.me ou @naananngel_

Ter uma prima que mais se parece com uma irmã é dessas proezas da vida.

aj8e4qrcmaang3d

 

É tão bom quando a vida nos presenteia com essas bonitezas que a gente faz questão de cuidar e agradecer sempre. Ter uma prima que mais se parece com uma irmã é dessas proezas, é  aquela que escuta o teu choro baixinho para ninguém ouvir enquanto você está deitada em seu colo enquanto ela ali tentando te acalmar com suas palavras duras e as vezes doce.

Quantas vezes você me acolheu mesmo estando uma tempestade em seu coração. Quantas vezes você guardou a sua dor no bolso para cuidar da minha?

Ter uma prima irmã é daquelas virtudes que desfrutamos com gratidão. É aquela sorte que a gente sabe, não surge duas vezes.

Os almoços em família ficaram menos tediosos e eu sempre me animava ao saber que você estaria lá, rindo comigo das perguntas clichês e das piadas mais sem graças que o “é pra ver ou pra come?”

Com você tirar uva passas do arroz no natal era divertido. Responder as perguntas sobre quando iremos namorar ou quando será o casamento tornava-se engraçado e a gente ria de tudo isso. As férias não precisavam de viagens para ser fantásticas, bastava a companhia uma da outra regado de muito sorvete e um filme de romance desses que a gente desidrata de tanto chorar.

Com você brigar era tão fácil quanto pedir desculpas, porque a saudade sempre fazia morada levando embora todo e qualquer orgulho.

Ter uma prima irmã é desses presentes de Deus que a gente não sabe como agradecer. Você é riso, é calmaria e tem um coração cheio de bondade e eu admiro mesmo essa sua mania bonita de pensar em ajudar os outros, sempre.

Essa tua mania de olhar ao redor e se importar com as necessidades alheias, de não desmoronar mesmo quando tudo é vendaval. Eu admiro a sua coragem em seguir em frente mesmo com tantos espinhos e de não ter medo das tempestades.

Que sorte a minha ter você para me ouvir, que sorte a minha ter você para alegrar as festas de final de ano e mesmo que distante, às vezes, nunca esquecemos de mandar aquela mensagem de feliz ano novo cheia de coisas bonitas que a gente deseja uma para a outra.

Como é prazeroso ter alguém torcendo pela gente, vibrando com as nossas conquistas e fazendo parte da nossa vida. Alguém que ora e cuida de nós em oração. Eu sou grata pela sua vida e por tanto amor recebido.

Dizem que família a gente não escolhe, mas se eu pudesse escolher, ainda continuaria optando em ter você como parte da minha família.Porque você é aquela parcela que soma, que colore e que acalma. É aquela parte que ajuda e acolhe.

Ter uma prima irmã é dessas bênçãos que a vida nos dá e a gente cuida com todo amor e respeito do mundo, torcendo para que esse alguém seja feliz. Cuidando para que ninguém machuque um coração tão sincero. É aquela alma bonita que a gente quer mostrar para o mundo.

Ter uma prima irmã é dessas proezas da vida que permite você ligar a qualquer momento, gastar horas no telefone e quando desligar lembrar que ainda faltou falar daquele tal assunto. É poder ir à casa uma da outra sem ter que dar explicações e aparecer de surpresa só pra dar um abraço. Distancia alguma anula o carinho, tempo nenhum apaga o amor, porque ter uma prima irmã é dessas belezas da vida que a gente gostaria de guardar num potinho para não se perder nunca.

Eu não sou perfeita, mas te ofereço a minha melhor versão

foto-bianca-e-ph

Eu sei que pareço complicada, mas é só um reflexo da minha insegurança. Isso não tem nada a ver com complicar a tua vida e fazer uma bagunça interior. Então perdoa meu jeito desastrado de ser, vivo quebrando as coisas eu sei, mas jamais quebraria o teu coração. Eu sou indecisa eu sei e sempre fico na dúvida quando preciso escolher, é que eu ainda não sei se escolho sorvete de creme ou de morango e se peço pizza salgada ou doce. Então mesmo se eu não gostar de comida japonesa, odiar cebola na comida e dispensar muito tempero, você promete ficar? Eu sei que não sou boa com expressões e sempre que você me presenteia eu não sei reagir muito bem, mas acredite meu coração dispara e sou invadida de sentimentos bons, só não consigo agir na mesma proporção do que sinto, talvez porque eu sinta demais.

Então eu te dou um abraço e esboço um sorriso como quem sorri com o coração e com a alma.Você me perdoa se eu pareço não gostar das coisas que você me faz? É que na verdade, eu gosto até demais. As tuas ligações só pra me dar um “oi”é suficiente para deixar o meu dia mais bonito e eu fico com a alma leve como quem quer sorrir a todo tempo. Continuar lendo

Uma história real: de namoro a corte ao casamento!

casamento-no-campo-boho-criativo-82

Uma história de amor do casal Carina Corrêa e Erick Fedoruk.

“Nos conhecemos em 2011, quando o Erick  veio para Floripa visitar os primos dele, que por coincidência eram meus melhores amigos, nessa ocasião eles o levaram na minha casa e ele quase morreu comendo minha sopa. Eu já o achei lindo, mas era muito novo (na minha opinião), não tinha nenhuma possibilidade.

No ano seguinte a família do Erick mudou-se de São Paulo pra cá, e ficamos muito próximos; sempre estávamos na mesma roda de amigos e programas da igreja. Até que certo dia, assim do nada, tudo mudou e começou a surgir outro sentimento além da amizade.

Ele se declarou, eu me interessei muito, esqueci nossa diferença de idade e não parávamos mais de nos falar. Estava tudo lindo, até que os problemas começaram surgir; por alguns motivos a família do Erick não aprovava o nosso relacionamento naquele momento. Foi um tempo extremamente difícil para nós, não podíamos nem nos falar, ou estar no mesmo ambiente (quase Romeu e Julieta).

Foi um tempo de muita oração, renuncia, conflitos e lágrimas. Mas o que era paixão foi se tornando um amor enorme, e a vontade de ficar junto não importando o tempo que tivéssemos que esperar, era nossa maior certeza. Depois de um ano recebemos a bênção da família dele e entendemos que esse tempo de espera foi na verdade uma maravilhosa prova de amor.

Começamos a namorar e desde então nosso objetivo foi casar. Mas não foi tão fácil assim, enfrentamos muitos outros problemas familiares quando decidimos a data…mais um período de tensão e lágrimas. Mas já tínhamos aprendido a confiar e esperar no tempo de Deus para nossa vida, e Ele fez todas as coisas.

Depois de 4 anos de espera chegava o nosso dia e valeu a pena esperar!”

Versão pelo Noivo agora

“A melhor das histórias de amor.

A primeira vez que nos vimos foi em 2011. Eu morava em São Paulo e vim passar férias em Floripa com os meus primos (nossos padrinhos queridos que graças a Deus eram um dos melhores amigos da Cacá). Fomos convidados para jantar na casa dela a famosa “sopa da Cacá”. Nessa noite eu comi e ainda raspei o pão na panela… Já conquistou meu paladar rsrsrs. Ela já me achou bonito, mas eu era muito novo pra ela.

No ano seguinte minha família e eu nos mudamos definitivamente para Florianópolis. Amiga dos primos, mesma igreja, reuniões e células, começamos a ficar ainda mais amigos até que certo dia algo aconteceu. Vendo um filme no meu apartamento com a galera, comecei a notar que dali não sairia só uma amizade, mas sim uma possibilidade… Ficamos a noite toda conversando e em minha cabeça só se passava o quanto ela era linda, legal, divertida, autentica, inteligente, romântica, a mulher perfeita, o que eu sempre quis. Já estava apaixonado e encantado com tudo o que conhecia dela.

Depois disso não parávamos de mandar mensagens durante o dia e ligações à noite, a noite inteira a ponto de ver o sol nascer. Semanas depois na praia de Palmas após uma corrida, sentamos nas pedras e abri o jogo; disse tudo o que estava sentindo, quais eram os meus planos e minhas intenções, ainda bem que ela também tinha boas intenções.

Estava tudo maravilhoso, tinha certeza que ela era a mulher da minha vida, mas meus pais não aprovaram naquele momento. Eu era muito novo e precisava amadurecer em alguns aspectos . Para nós era essencial a bênção deles, sem isso não poderíamos ficar juntos, ia contra nossos princípios. Sempre cremos que a honra e a obediência aos pais são extremamente importantes.

Mas o amor que sentíamos, fez a gente acreditar e esperar entre altos e baixos. Precisamos nos afastar, passamos por “términos” sem nem ter começado e noites de fossa com os amigos, então eu consolava ela e ela me consolava, não adiantava não conseguíamos mais ficar longe. Daria um livro essa parte.

Nós entregamos nas mãos de Deus e buscamos a sua vontade de verdade porque sabemos que ela é perfeita, agradável e não traz confusão. Então quando menos esperávamos, depois de um ano, recebemos a bênção dos meus pais, dando fim ao período mais tenso de incerteza e medo da minha vida. Hoje vemos que essa foi uma das maiores provas de amor que fizemos um ao outro “escolher esperar” e de como esse tempo foi essencial para termos certeza do que escolhemos. Antes não entendíamos mas depois vimos como os pais foram usados por Deus para determinar o melhor tempo para nossa vida!

Começamos a namorar no dia do aniversário dela, 24/09/2013 e a partir dai já começamos sonhar com o casamento, porque sabíamos que queríamos ficar juntos para sempre. 

Até chegar ao casamento passamos por muitas dificuldades e parecia que ia demorar muito tempo para que a gente pudesse ficar juntos para sempre, mas vivemos o cuidado de Deus em todos os aspectos. Se eu pudesse resumir em uma palavra nosso casamento seria “Milagre”. Testemunhamos inúmeros milagres de provisão financeira, ganhamos novos amigos, ficamos constrangidos com tanto amor que recebemos, Deus até mudou a previsão do tempo que era de muita chuva, tantos milagres que seria impossível contar todos.   E então depois de longos anos enfim esse dia chegou  e agora só a eternidade vai nos separar.”


O Namoro de corte: 

” O momento do beijo no casamento foi muito especial porque no primeiro ano de namoro fizemos a escolha não nos beijar até o dia do casamento como algo que pudéssemos oferecer a Deus, Ele falou muito forte com a gente através de revelações e sonhos e tivemos certeza de que aqui seria o melhor a fazer. Foi difícil, mas não nos arrependemos porque Deus honrou muito nossa espera, durante o namoro aprofundamos muito nossos laços de amizade, cumplicidade e companheirismo e nos ajudou a chegar com pureza ao casamento. É algo pessoal, não é uma doutrina. Mas nós sabemos que ele se agradou da nossa escolha. No inicio achava que não iríamos conseguir mas nosso compromisso com Deus era mais forte do que isso. Foi uma vitória.

 Então aquele momento no altar era como o primeiro beijo, foi à coisa mais extraordinária ouvir meu pai falar: Vos declaro marido e mulher, pode beijar a noiva. Sem contar o sentimento do melhor beijo do mundo e ouvir os aplausos e comemoração da família e amigos, foi inesquecível. Realmente valeu a pena.

Muitas pessoas questionam essa escolha, mas nós não queríamos viver uma história normal, queríamos algo extraordinário e vemos que nossa entrega gerou muitos frutos e hoje experimentamos a recompensa de Deus no nosso casamento, temos um relacionamento abençoado e sabemos que Deus é o centro dele.”

Escrito por: Carina e Erick

É difícil acreditar em palavras quando as atitudes demonstram o contrário.

large

Sim nossas atitudes importam. Elas importam para você, para a pessoa que você quer conquistar, para quem está ao seu lado. Palavra são mesmo bonitas, mas se não forem acompanhadas de atitudes são vazias. Nossas atitudes soam mais alto que qualquer palavra. Um eu te amo, não tem tanto valor se não houver demonstração dele. Homens entendam, mulheres querem um homem de atitude, é claro que todas as suas palavras irão ajudar, mas se elas não vierem acompanhadas de uma pitada de atitude serão apenas… palavras. Um dia conversando com ela, ouvi ela dizer o quanto tinha dificuldade de acreditar em palavras que não se traduziam em atitude. E eu fiquei pensando: Quantas mulheres não sentem exatamente a mesma coisa, depois de tantas experiências ruins, depois de tantas feridas?

Você pode fazer a diferença, nós homens não somos todos iguais como parece ser ou como dizem por aí. Hoje, você tem a oportunidade de tranquilizar as incertezas e a insegurança de um coração turbulento. Você pode buscar arrancar as inseguranças da vida dela, mostrar que nem tudo é espinho, você pode e vai ser o porto seguro que ela precisa. Veja bem, porque a conquista não se resume apenas a elogios.

A arte de conquistar envolve muito mais do que a teoria, implica em fazer coisas que esse alguém aprecia para que ela, de alguma forma, se encante com o seu jeito doido de ser. Conquista tem a ver com atitude, com quem você é, com o que você está disposto a fazer por ela, e principalmente quem você é aos olhos de Deus. Sim, isso tem uma grande influência pra nós homens.

Um coração entregue a Deus permite que Ele escreva a sua história de amor. Então pergunte a si mesmo: O que eu tenho pra acrescentar na vida dela espiritualmente? Em que Deus pode me usar na vida dela? E então, você será soma na vida de alguém. Antes de buscarmos uma esposa, uma companheira, alguém para dividir os nossos sonhos, preparar o café e não esquecer do beijo de bom dia precisamos buscar o verdadeiro dono do seu coração. E então, esse alguém não precisa ser a garota com inúmeros likes nas fotos ou ser famosa no instagram, ela não precisa ser boa na cozinha e estar sempre arrumada. Ela precisa ter um caráter parecido com Cristo, nós precisamos caminhar juntos no mesmo propósito. De nada adianta a beleza da juventude se o caráter foge completamente daquilo que acreditamos.

Escrito por: Marcos Carvalho

Instagram: @makinjunin